segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Sacolas plásticas, um perigo ao meio ambiente

As sacolas plásticas surgiram no mundo em 1862 e foi uma revolução para o comércio por sua praticidade e por ser barata. Vieram para contribuir com a filosofia “tudo descartável”. As pessoas usavam sem nenhuma dor na consciência. Mas os tempos mudaram, e elas se tornaram uma verdadeira praga moderna.
Menos de 1% das sacolas plásticas são recicladas, isso porque é mais caro a reciclagem de um saco plástico do que produzir uma nova. No mundo, é consumido aproximadamente um milhão de sacolas plásticas por minuto, ou seja, quase 1,5 bilhão por dia e mais de 500 bilhões por ano.
As sacolas causam entupimento de esgotos e galerias causando inundações e, quando levados para o mar ou rios, causam danos à fauna marinha. Todo o ano são jogadas ao mar, ou largadas na costa, milhões de sacolas plásticas, e estas por sua vez, acabam sendo confundidas com alimento por milhares de animais, entre eles, o golfinho, focas, baleias e a tartaruga marinha que morrem por asfixia. Pesquisadores também encontraram no estômago de albatrozes várias tampinhas plásticas, pois na hora de separar o alimento não conseguiram fazer a distinção.
Além disso tudo, o plástico é derivado do petróleo, substância não renovável, feita de uma resina chamada polietileno de baixa densidade (PEBD) e sua degradação no ambiente pode levar séculos. Os sacos de plástico são fotodegradáveis: com o passar do tempo eles são decompostos em pequenos tóxico-polímeros que contaminam toda uma cadeia alimentar.
Países como China, Irlanda e Bangladesh já proibiram o uso de sacolas plásticas. Na Alemanha por exemplo, se você não levar sua própria sacola ao supermercado, vai ter que pagar um preço alto por cada saquinho que utilizar.
Aqui no Brasil já está sendo estudado uma medida para substituir as sacolas descartáveis pelas sacolas biodegradáveis ou por sacolas não descartáveis. Porém, não será tarefa fácil se desvencilhar de um hábito tão antigo, mas se cada um fizer sua parte, levando sua própria sacola pra fazer compras, de preferência de pano, e, no supermercado colocar as compras em caixas de papelão, já estará fazendo muito pelo meio. Isso significaria uma média de 24 sacolas plásticas guardadas por mês, ou 288 sacos plásticos por ano. Comece hoje a eliminá-la de sua vida.


12 comentários:

Caminheiro Pensador disse...

Olá!
Parabéns pelo blog, confesso que não tive muito tempo de vê-lo, mas vou devorar cada pedaço.
Gostaria de trocar umas informações contigo.
Abraço!

Karla Hack disse...

Faz uns meses que adotamos a sacola retornável lá em casa...
E, pessoalmente, prefiro!
As pequenas atitudes resultam em grandes resultados futuros..
Parabéns pelo blog!

;D

bjus

Inquilino do Sublime disse...

mto bom o blog!

--
http://raciocinioquebrado.blogspot.com/

Arquiles Petrus disse...

Gosto do jeito que fala sobre o Meio Ambiente. Cê ganhou um webleitor!

Adicionei o seu blog, em meus favoritos, e em meu blog.

Valeu!

http://arquilespetrus.blogspot.com

Dener disse...

só dei valor a não jogar plástico na rua, depois que meu cachorro se engasgou com um..

é isso aí..
parabéns..

bjs

SiD disse...

Muito bom, gostei do seu texto, esses habitos mundam sempre quando muda a cabeça das pessoas o importante é também trabalhar a educação de nossas crianças para está situação tão importante.

Camila Passatuto disse...

Alguns supermercados já coloca em prática o projeto da sacola retornável, empresas investem em projetos e blá blá blá...fazem isso para ficarem vistas como boazinhas, assim tbm ocorre com a gente..pobres mortais, eu não jogo lixo na sua, separo o lixo na minha casa e essas coisinhas a mais só pra ter uma boa imagem, pq como eu a maioria tbm não está nem ai se vai ser bom ou não pra natureza, só mantemos a aparência.

u.u sinceridade merece oscar?

blog disse...

Nem se discute.
As coisas estão indo para o beleléu mas as grandes corporações não estão nem aí.
Uma pena, de fato.
Aqui, em Vitória, há um projeto de lei (ainda projeto, infelizmente) que regulamenta a coisa. Ou seja, obriga os supermercados, mercearias e lojistas a usar sacolas de papel reciclado. Esse projeto, segundo a imprensa, está engavetado.
ninguém quer saber.
O imediatismo impera. Falta educação. Estamos todos (ou quase todos) fadados ao lodo.

fernando disse...

Parabéns pelo Blog! quero contribuir alertando para o perigo das sacolas plásticas para as tartarugas marinhas. Elas pensam que o plástico é alga e comem com gosto. resultado: morrem por obstrução dos intestinos tenho recolhido várias assim triste.

Regina disse...

Sou jornalista ambiental, gostei muito de seus artigos. Vc tem e-mail para contato?
Cordialmente,
Regina

Tatty disse...

Regina, tenho sim... anote ai

keilatatiane_b@hotmail.com
abço

ecomangue@yahoo.com.br disse...

Oi Thaty, gostei muito do seu blog! tambem sou biólogo e possuo um projeto de educação ambintal e pesquisas em ecossistema de manguezal!!! passa lá!!!

www.projetoecomangue.blogspot.com

Adryand´Cesary