terça-feira, 26 de maio de 2009

Marley & eu


Me emocionei com o livro marley & eu. É impressionante como um bicho de estimação possa ser tão amável, puro e fiel. Praticamente um membro da família. John Grogan teve a brilhante ideia de transformar numa história sua vida do lado desse cão, e de uma maneira brilhante, fazendo-nos imaginar como era estar ao lado de Marley. O filme também é muito bom, mas tem alguns cortes.
Prato cheio pra quem ama animais, assim como eu, que até já encomendei um clone do marley. É o Bob, que como todo bom labrador, já está fazendo todos se apaixonarem por ele, com sua energia, seu olhar meigo e suas brincadeiras. Só espero não ser tão destruidor quanto o próprio Marley!

6 comentários:

Wander Veroni disse...

Oi, Tatty!

Ainda não vi o filme, nem o livro. Mas todos falam que são obras muito boas que valem a pena conferir. Quem sabe eu não me anime, né? Ainda mais depois do seu relato. Sou fã de animais de estimação. Ter um animal exige cuidado e carinho constante. É algo de responsabilidade também.

Abraço

Dayane disse...

Não li o livro. Mais vi o filme e A-D-O-R-E-I.
Estou querendo (e muito) um furão como animal de estimação.
Dizem que ele é muito arteiro.
Spo espero que não tanto quanto o Marley

Até mais.

P.s: Se possível passe no meu Blog www.dayaneneres.blospot.com
Está no início, todavia suas sugestões/críticas serão bem vindas.

renata menezes disse...

eu gosto do Husky Siberiano, apesar de morrer de medo já que ele é maior do que eu, haha.

não vi o filme, nem li o livro.

CG FILM PICTURES disse...

Ah, achei lindo tb e parabéns por escrever esse tópico.
Beijinhos de Rozangela Melo
Se quiser retribuir a visita, fique à vontade…
Fazemos cinema amador
Visite nossso blog
http://www.cgfilmpictures.blogspot.com

Junior disse...

hmm, parece legal, quando tiver tempo vou ler. mas gosto mais de gatos . . .

Guttwein disse...

Tive o prazer de ler esse livro assim que lançou, e realmente, uma literatura e tanto...a riqueza de detalhes e a forma como o autorp assa sua narrativa pro papel; praticamente é possivel vê-los! Eis a magia do livro!

E o filme não ficou muito atrás não, bem fiel ao livro, com uns detalhes a mais, outros a menos, mas ainda sim, um otimo filme! : D